texto 08

Certa vez eu quis lutar contra o mundo, certa vez eu quis mudar quem eu sou, certa vez eu quis libertar o meu lado obscuro, certa vez eu quis me contradizer, certa vez eu deixei a imaginação tão livre que fiquei leve e cheguei a voar. Certa vez eu percebi que não precisa ter uma vez certa pra fazer o que tá ao meu alcance e até tentei pular mais alto para alcançar aquilo que sempre almejei mas nunca pude ter. Certa vez eu arrisquei a sorte, briguei com o destino e fiz o meu próprio futuro. Certa vez eu me aconselhei a dar o meu melhor e finalmente aceitar quem eu sou e foi dessa vez que me completei.

 

Com amor,

Julieta Capuleto.